CCIH - CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR - Hospital São João Batista

O que é CCIH?

 

A Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) é um órgão deliberativo que tem por finalidade a definição de ações que visem ao controle e à prevenção de infecções hospitalares. É regulamentada pela Portaria MS 2616/98, a qual define as ações de controle de infecção hospitalar no país.

Portanto, a CCIH do Hospital São João Batista, atendendo a Portaria citada anteriormente, é constituída por representantes da área médica, enfermagem, farmácia, e direção administrativa e divide-se entre membros consultores e membros executores.

Os membros executores da CCIH representam o Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) e são encarregados de desenvolver o Programa de Controle de Infecção Hospitalar (PCIH), que é um conjunto de ações desenvolvidas, deliberada e sistematicamente, para a máxima redução possível da incidência e da gravidade das infecções hospitalares.

Desta forma a CCIH tem como dever :

  • elaborar, implementar, manter e avaliar o programa de controle de infecção hospitalar;

  • implantar um Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares;

  • adequar, implementar e supervisionar as normas e rotinas técnico-operacionais, visando a prevenção e controle das infecções hospitalares;

  • capacitar o quadro de funcionários e profissionais da instituição, no que diz respeito à prevenção e controle das infecções hospitalares;

  • uso racional de antimicrobianos, germicidas e materiais médico-hospitalares; 

  • realizar investigação epidemiológica de casos e surtos, sempre que indicado, e implantar medidas imediatas de controle;

  • elaborar e divulgar, regularmente, relatórios e comunicar, periodicamente, à autoridade máxima de instituição e às chefias de todos os setores do hospital, a situação do controle das infecções hospitalares, promovendo seu amplo debate na comunidade hospitalar;

  • elaborar, implantar e supervisionar a aplicação de normas e rotinas técnico-operacionais, visando limitar a disseminação de agentes presentes nas infecções em curso no hospital, por meio de medidas de precaução e de isolamento;

  • adequar, implementar e supervisionar a aplicação de normas e rotinas técnico-operacionais, visando à prevenção e ao tratamento das infecções hospitalares;

  • definir, em cooperação com a Comissão de Farmácia e Terapêutica, política de utilização de antimicrobianos, germicidas e materiais médico-hospitalares para a instituição;

  • cooperar com o setor de treinamento ou responsabilizar-se pelo treinamento, com vistas a obter capacitação adequada do quadro de funcionários e profissionais, no que diz respeito ao controle das infecções hospitalares;

  • elaborar regimento interno para a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar;

  • notificar ao Serviço de Vigilância Epidemiológica e Sanitária do organismo de gestão do SUS, os casos e surtos diagnosticados ou suspeitos de infecção associadas à utilização de insumos e/ou produtos industrializados.

Assim, para organização do serviço, a CCIH realiza reuniões ordinárias mensais, registradas em ata, e quando necessário, reuniões extraordinárias podem ser convocadas.

O SCIH atua de forma direta aplicando o PCIH em todos os setores da instituição hospitalar: unidades de internação, UTI, centro cirúrgico, pronto atendimento, serviços de apoio (serviço de nutrição e dietética, lavanderia, higienização), setores administrativos.

Desta forma, observamos a grande importância da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar dentro da instituição, atuando de forma abrangente, visando reduzir a incidência e a gravidade das infecções hospitalares às menores taxas possíveis, a fim de garantir qualidade e segurança na assistência prestada aos nossos clientes.

 

Referência:

 

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Portaria MS 2.616 / 98. Disponível em: http://www.ccih.med.br/portaria2616.html. Acesso em: 15 ag. 2012.